INTRESTRUTURA | 2015 | Imbuia, Cedro Arama, Marupá, Peroba do Campo, Cobre, Latão, Couro | 5,00 x 0,80 x 0,35 m

Untitled-1

 

Perseguindo a verticalidade
mensurada por matérias justapostas
atraídas por um sistema mutável
em equilíbrio,
formalizo encaixes intuitivos e
pouso a obra no espaço real.

O plano arquitetônico
age como suporte epitelial e
me retribui com afinidade
seu peso estável.

O desafio
imposto pela gravidade
cria uma tensão
que me impulsiona
numa busca incessante
pela alma estrutural.

Pilares ósseos de madeiras,
articulações em metais,
cadeira persona
se relacionam no eixo vertical e
me reapresentam
a questão individualizada do ser.

Partes relacionadas
com sutileza e risco
dialogam com vínculos resilientes
que rompem
o conformismo padronizado e repulsivo,
que por vezes nos desabam
no vazio íntimo da
Intrestrutura.

Marina Ribas Gelli